Patrimonio‎ > ‎

Castelo de Monsaraz

  Localidades > Aldeias Ribeirinhas > Monsaraz > Castelo de Monsaraz

O castelo em cota mais elevada, apresenta planta quadrangular, com muralha em pedra de xisto e cal reforçada por torres, delimitando a praça de armas, onde se erguem as edificações da alcáçova e a torre de menagem.

O acesso ao interior muralhado é feito através de quatro portas em cantaria de granito:
  1. A Porta da Vila, em arco ogival, protegida por dois cubelos semi-cilíndricos, um dos quais coroado pelo campanil caiado do relógio, comunica a Rua Direita com os arrabaldes. Possui um teto nervurado e, no cimo da cúpula, um sino fundido pelos estrangeiros Diogo de Abalde e Domingos de Lastra, com data de 1692. Sobre o arco ogival da porta, uma lápide de mármore comemora a consagração do reino de Portugal à Imaculada Conceição (à época da Restauração da Independência), e, no dorso da ombreira, vislumbram-se a vara e o côvado, medidas usadas na época medieval.
  2. A Porta de Évora, em arco ogival;
  3. A Porta da Cisterna ou Porta do Buraco, em arco pleno;
  4. A Porta da Alcoba, em arco pleno.

Toda a cerca, de planta ovalada, assenta no uso mesclado do xisto, abundante na região, granito, argamassa de barro vermelho e cal.




Texto, fonte: Wikipedia