Localidades‎ > ‎

Évora


  Évora
Restaurantes
  Hotéis
Património
Mapa


A cidade de Évora, capital do Alto Alentejo, é uma das povoações com maior importância histórica do país. Os vestígios do seu riquíssimo passado levaram a que o centro histórico fosse classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1986.

Évora, durante a ocupação da península ibérica, foi elevada à categoria de municipium por Júlio César com o nome de Ebora Liberalitas Julia. Posteriormente, durante as invasões bárbaras a cidade de Évora esteve sob domínio visigodo. Mais tarde em 714 Évora foi tomada pelos Mouros. E em 1165 durante a reconquista Cristã Évora foi tomada aos Mouros por Geraldo Sem Pavor. A cidade desenvolve-se durante a Idade Média e no século XVI Évora atinge o auge transformando-se num dos mais importantes centros culturais e artísticos do reino. Em 1559 é fundada a universidade de Évora e confiada à recentemente fundada Companhia de Jesus.

Locais a Visitar

O centro histórico de Évora é um dos mais ricos de Portugal e contem vários monumentos de visita obrigatória.

Templo Romano de Évora

Um dos monumentos romanos mais importantes de Portugal, situa-se no ponto mais alto da cidade e fez parte do forum romano. A construção ocorreu entre século I e III julga-se para para homenagear o Imperador Augusto, mas mais tarde passou a ser conhecido por Templo de Diana.

Sé Catedral

Construída entre os séculos XIII e XIV em estilo gótico, a Sé de Évora é uma das catedrais medievais mais importantes do país, tendo sido inspirada na Sé de Lisboa.

Igreja de São Francisco

A Igreja de São Francisco em Évora é uma igreja de arquitetura gótico-manuelina. Construída entre 1480 e 1510 está intimamente ligada aos acontecimentos históricos que marcaram o período de expansão marítima de Portugal. Essa influência fica patente nos símbolos que compõem a monumental nave de abóboda ogival onde se pode observar a cruz da Ordem de Cristo bem como os emblemas dos reis fundadores Dom João II e Dom Manuel I.

Capela dos Ossos

Situada na Igreja de São Francisco, foi construída no século XVIII sendo completamente forrada com ossos humanos. É ainda conhecida pela famosa frase escrita à entrada "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos"

Palácio de D. Manuel

Do paço construído na cidade pelo rei D. Manuel nos inícios do século XVI sobreviveu a chamada Galeria das Damas, onde se misturam influências do gótico-mudéjar, manuelino e renascentista.

Convento dos Lóios

A igreja e o claustro do convento são excelentes exemplos do gótico-mudéjar e manuelino em Évora. O convento abriga actualmente uma pousada.




 
Restaurantes
em Évora


 
Mais informação no site oficial da Câmara Municipal de Évora.

 
 Templo Romano de Évora (de Diana)
 
 Sé Catedral
 
 Vista da Cidade
 
 Praça de Giraldo